quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Verbos transitivos, intransitivos, reflexos e defetivos

Quando as ações significadas pelos verbos e praticadas pelo sujeito recaem sobre uma pessoa, uma coisa ou um animal, diz-se que esses verbos são transitivos: (por outras palavras têm complemento direto e/ou indireto)
O Manuel empurrou o João.
Eu vi a Maria.
O Manuel podou as árvores.
O miúdo quebrou o prato.
O burro escouceou o vitelo.
O dono da fábrica ofereceu uma bicicleta ao João.

Quando as ações significadas pelos verbos não passam a outra pessoa, a outra coisa ou a outro animal, diz-se que esses verbos são intransitivos: (ou seja, não têm complemento direto nem indireto)
O João caiu.
O António adormeceu.
O vidro rachou.
O gelo derreteu.
O cão ladra.
O rouxinol trina.

Quando as ações significadas pelos verbos recaem sobre quem as pratica, esses verbos dizem-se reflexos:
                           O Manuel magoou-se.
                     O cavalo assustou-se.

Há certos verbos de que se usam apenas algumas formas. Esses verbos chamam-se defetivos:
Nesta altura do ano amanhece às cinco horas.
Para o mês que vem anoitece mais cedo.
Ontem choveu.
Agora relampeja.
De manhã choveu.
De tarde nevou.

Dos verbos defetivos, aqueles que se usam unicamente na 3.ª pessoa do singular, como os dos exemplos acima, chamam-se impessoais.

Predicativo do sujeito
O predicativo do sujeito é uma função sintática desempenhada pelo constituinte selecionado por verbos copulativos (ser, estar, parecer, permanecer, ficar, continuar, andar), e predica algo acerca do sujeito.
O predicativo do sujeito integra-se no sujeito.
1. Portugal é um encanto.
2. A Maria continua feliz.

Quando o sujeito é composto, o predicativo do sujeito concorda com ele, no entanto podem ocorrer exceções. - ex: O pudim e o bolo estão uma delícia.

O predicativo do sujeito pode ser:

O António é alto. - grupo adjetival
O Pedro é o melhor aluno a Biologia. - grupo nominal
Os jogadores ficaram bem. - grupo adverbial
A mãe estava de boa saúde. - grupo preposicional

Predicativo do complemento direto
Alguns verbos transitivos, além do complemento direto, pedem um determinante que faz parte do predicado e qualifica o complemento direto. Este determinante chama-se predicativo do complemento direto:
O povo aclamou o mestre de Avis Defensor do Reino.
Acho este azeite detestável.
Considero o Manuel cuidadoso.
Os sócios elegeram o Pereira presidente da Assembleia Geral.
Todos julgam o preso responsável pelo crime.

Sem comentários:

Publicar um comentário