sábado, 22 de setembro de 2018

Aos leitores

                              Ler é um prazer. Mas só para alguns. Para quem cresceu entre livros, por exemplo, e conquistou, a cada página lida, o gosto pela leitura. Ao mesmo tempo, descobriu que cada livro guarda dentro outros mundos, outras pessoas, outros lugares, outros tempos, outras memórias, outras formas de ser, de estar, de sentir, de comunicar, de rir... E essa descoberta, intimamente ligada à preservação da capacidade de espanto que caracteriza a infância, terá sempre alimentado a vontade de continuar a ler. Por prazer, não por obrigação.
                Não é muito diferente do que acontece com outras atividades que preenchem o nosso quotidiano, como comer ou fazer exercício físico. Comer pode ser um prazer, para quem desde cedo aprendeu a distinguir o sabor dos alimentos; fazer exercício físico também pode ser um prazer, para quem cresceu a fazer cambalhotas e pinos, a jogar à bola e a correr atrás dos amigos. É certo que todas estas atividades, sendo à partida naturais, implicam depois uma decisão e uma prática. No caso da leitura, essa decisão e essa prática dependem, muitas vezes, de quem nos rodeia: das famílias, dos amigos, dos professores... Se quem nos rodeia tiver a capacidade de nos contaminar com boas leituras, leituras que alimentem a nossa curiosidade e estimulem a nossa imaginação, de certeza que cresceremos leitores.
                É também esse o momento em que se torna fundamental o papel do Plano Nacional de Leitura, fornecendo coordenadas para que a leitura se torne um prazer, isto é, sugerindo livros capazes de entusiasmar não apenas os que já são leitores, como aqueles que ainda não são. Funciona como um mapa, útil em qualquer viagem, sobretudo em viagens por territórios desconhecidos, e pode ser usado para orientar leitores de todas as gerações. Assim como para dar pistas para que as famílias e os professores saibam o que partilhar com os leitores mais novos, e até entre si.
                Essa troca — de professores com alunos, de famílias com professores, de pais com filhos — é essencial para formar leitores e para, no meio das dezenas de livros que são diariamente publicados em Portugal, distinguir os melhores. Só deste modo será possível criar uma rede em que os livros, escolhidos por especialistas, possam circular pelas mãos dos leitores, os que já o são e os que se tornarão. A leitura implica essa prática. E essa conquista.
Com os melhores cumprimentos,
(Teresa Calçada, Comissária do Plano Nacional de Leitura 2027)

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Escrita - texto narrativo



Foto de Maria José Maciel.A proposta de escrita do manual Conto Contigo 8, p. 183 era uma pequena história que incluisse a descrição de uma personagem, dando realce aos seus olhos. 


O Miguel Maciel, do 8º C, escreveu e eu achei que merecia ser publicado.


Clica na imagem para descobrires quem era a sua personagem.

segunda-feira, 4 de junho de 2018

9º ano E agora? Oferta educativa e formativa



O fim do ano letivo aproxima-se, as aulas do 9.º, 11.º e 12.º anos terminam na quarta-feira e o foco de muitos alunos vai virar-se para as provas finais. As do 9.º são mais perto do final do mês (a 22 de Junho é a de Português). E são precisamente os alunos do 9.º ano que estão, para já, no centro das atenções de uma iniciativa do Ministério da Educação. Esta é a altura de decidir o que fazer no próximo ano. Seguir um curso científico-humanístico? E em que área? Ou apostar no ensino profissional?
O Ministério da Educação acaba de lançar o portal da oferta educativa e formativa para ajudar nessa escolha. Desde o final do mês passado oferecem-se informações online sobre os vários níveis de ensino. Contudo, nesta fase do lançamento, aposta-se, sobretudo, em ajudar os estudantes que estão a terminar o ensino básico a escolher o seu caminho escolar a partir do 10.º ano.(...)
Além disso, as escolas estão a ser convidadas a usar este site nas suas estratégias de orientação vocacional dos alunos do 9.º ano, através dos psicólogos escolares.
Especialmente destinado para os alunos que querem seguir para o ensino profissional, o Ministério da Educação apresenta o portal como um “complemento” da informação sobre os cursos profissionais que passou a estar disponível no portal Infoescolas, desde o início deste ano.
Contudo, no portal da oferta educativa e formativa estão elencados mais do que apenas os cursos do ensino profissional. Na base de dados existe um total de 2555 cursos, da oferta geral do ensino básico e cursos científico-humanísticos do ensino secundário, passando pelo ensino artístico especializado, as ofertas de Educação e Formação de Adultos (EFA) ou os cursos de educação e formação (CEF) — formações de dupla certificação (escolar e profissional), destinados a jovens com mais de 15 anos e que dão equivalência ao 9.º ano.

terça-feira, 1 de maio de 2018

Comigo me desavim, Sá de Miranda


Trova - Aquela cativa, de Luís de Camões


Aquela cativa, que me tem cativo, Luís de Camões


XXVII Concurso de Leitura Eduarda Galhoz

Mais um concurso de leitura chegou ao fim. 
Agradecemos a presença da professora Eduarda Galhoz que nos honrou com a sua presença e fez um poema alusivo ao evento.
Todos os leitores mostraram o seu valor e, por vezes, foi um verdadeiro desafio para júri distinguir os melhores, visto que o nível estava bem alto.
Para saberes quais os leitores que ficaram no Top, clica no link.

Parabéns a todos!

sexta-feira, 20 de abril de 2018

XVII Concurso de Leitura Eduarda Galhoz

FASE FINAL: 26 de ABRIL

Manhã: 8h30 / 13h00

Tarde: 14h15 /17h00

Local: Biblioteca da DDJ



Boas leituras!


sábado, 24 de março de 2018

CONCURSO ORTOGRÁFICO 2018

Em primeiro lugar, PARABÉNS a todos os participantes!
Gostaria ainda de relembrar que, seguindo o estipulado no Regulamento, em situações de empate, a atribuição foi decidida segundo os seguintes critérios:
  • 1º - Maior pontuação na 2ª fase;
  • 2º - Maior pontuação na 1ª fase. 

terça-feira, 20 de março de 2018

quinta-feira, 8 de março de 2018

XXVII CONCURSO DE LEITURA EDUARDA GALHOZ

XXVII CONCURSO DE LEITURA EDUARDA GALHOZ realiza-se pela 27ª vez em escolas do Agrupamento e destina-se a melhorar as competências de leitura dos nossos alunos, a motivá-los para a sua prática e a premiar aqueles que nisso se distinguem.
 A fim de permitir que aqueles objetivos se concretizem em toda a comunidade escolar, o concurso ocorre em duas fases, qual delas a mais importante. 
A primeira fase envolve todos os alunos do 4º ao 9º ano e nela são apurados os dois melhores leitores de cada turma (o efetivo e o suplente), sob a responsabilidade dos respetivos professores titulares de turma (4º ano), Português e Inglês (5º ao 9º ano), e Francês (7º ao 9º ano). 
Na segunda fase, os melhores leitores de cada turma concorrem entre si numa grande final em que, perante um júri, serão apurados os melhores leitores do agrupamento, por ano de escolaridade e idioma.

Lê o REGULAMENTO aqui.

Participa e BOAS LEITURAS!

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Pronome pessoal em adjacência verbal - 8º e 9º anos


Pronome pessoal em adjacência verbal - 7º ano


Doc "Caravelas e Naus um Choque Tecnológico no século XVI"


Resultado de imagem para caravelas naus e galeõesPodes visualizar aqui parte de um documentário que desvenda um mistério com 500 anos, dando a conhecer a razão pela qual as caravelas criadas pelos Portugueses são hoje comparadas a modernos space shuttle.
O impacto desta inovação transformou Portugal na principal potência marítima e económica do século XVI.
Mas quando se lê um livro de História espanhol, inglês, francês ou holandês, as referências ao papel desempenhado pelos portugueses na época dos descobrimentos são insignificantes. Por essa razão quisemos saber a opinião dos melhores historiadores mundiais e os resultados foram surpreendentes.
“Caravelas e Naus – Um Choque Tecnológico nos séculos XV e XVI” ficou em 1º lugar entre 62 documentários num concurso do Discovery Channel, tendo sido emitido em vários continentes.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Concurso FAÇA LÁ UM POEMA

O Plano Nacional de Leitura (PNL2027) e a Fundação Centro Cultural de Belém (CCB), com intenção de incentivar o gosto pela leitura e pela escrita de poesia, vêm convidar os alunos  do 3º Ciclo do ensino básico e do ensino secundário, das escolas públicas e privadas do continente e ilhas, a participar no Concurso FAÇA LÁ UM POEMAque decorrerá entre fevereiro e março de 2018.
Os alunos que queiram participar podem fazê-lo com inteira autonomia, com o apoio e enquadramento da escola.
A apresentação pública dos poemas selecionados terá lugar no Centro Cultural de Belém, no âmbito das comemorações do DIA MUNDIAL DA POESIA, que se celebra a 21 de março de 2018.
Os poemas a concurso devem ser enviados para o PNL2027, em formulário próprio do Sistema de Informação do PNL2027(SIPNL) onde constam os elementos de identificação dos concorrentes, até ao dia 26 de fevereiro de 2018.
Um júri, designado pelo CCB e pelo PNL2027, selecionará os três melhores textos dos concorrentes do 3º Ciclo do Ensino Básico e os três melhores textos dos concorrentes do Ensino Secundário, a quem serão atribuídos prémios a divulgar nos portais do PNL2027 e do CCB.
No dia 21 de março, os autores dos textos premiados podem ler os seus poemas na Maratona de Leitura do CCB, indicar alguém que os leia por si ou permitir a um declamador que o faça.
Na plataforma PNL2027, disponibiliza-se um convite para os alunos com as indicações de como podem participar, cuja divulgação agradecemos.

Obrigada pela V. colaboração.

Natália Correia, poesia

Imagem relacionada
Portugal 
13 Set 1923 // 16 Mar 1993 
Poeta
"O meu sonho de felicidade seria não haver 

necessidade de poesia como género literário

por ela se achar já realizada na vida."



Um poema de Natália Correia

 "Fiz um conto para me embalar"


Fiz com as fadas uma aliança.
A deste conto nunca contar.
Mas como ainda sou criança
Quero a mim própria embalar.

Estavam na praia três donzelas
Como três laranjas num pomar.
Nenhuma sabia para qual delas
Cantava o príncipe do mar.                  
Rosas fatais, as três donzelas           
A mão de espuma as desfolhou.
Nenhum soube para qual delas

O príncipe do mar cantou.   





quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Livro: Estórias Abensonhadas — Mia Couto

O perfume 

 “… Glória se levantou, ela e o vestido se arrastaram mutuamente para o quarto. Incrédula e sonambulenta, arrastou o pente pelo cabelo. Em vão. O desleixo se antecipara fazendo definitivas tranças. Lembrou as palavras de sua mãe: mulher preta livre é a que sabe o que fazer com o seu próprio cabelo. Mas eu, mãe, primeiro, sou mulata. Segundo, nunca soube o que é isso de liberdade. E riu-se: livre? Era palavra que parecia de outra língua….Abriu a gaveta, venceu a emperrada madeira. E segurou o frasco de perfume, antigo, ainda embalado. Estava leve, o líquido já havia evaporado. Justino lhe havia dado o frasco, em inauguração de namoro, ainda ela meninava. Em toda a vida, aquele fora o único presente. Só agora se somava o vestido. Espremeu o vidro do cheiro, a ordenhar as últimas gotas. Perfumei o quê com isto, se perguntou, lançado o frasco no vazio da janela. Nem sei o gosto de um cheiro.”…
“…E ficou a ver Justino se afastando entre a fumarada do salão, tudo se comportando longe. Vezes sem conta ela vira esse afastamento, o marido anonimado entre as neblinas dos comboios….No limiar da porta, Justino ainda virou o rosto e demorou nela um último olhar. Com surpresa, ele viu a inédita lágrima, cintilando na face que ela ocultava. A lágrima é água e só a água lava tristeza. Justino sentiu o tropeço no peito, cinza virando brasa em seu coração. E fechou a noite, a porta decepando aquela breve desordem.’
Uma prosa tão bonita que parece poesia! Este e outros contos para ler em formato digital:

Mia Couto – Estórias Abensonhadas  livro em pdf.

O perfume - página 20; Sapatos de tacão alto - página 53

sábado, 20 de janeiro de 2018

A leitura faz-nos felizes

LEITURA =FELICIDADE: 
10 BOAS RAZÕES PARA LER MAIS
Ler não é apenas fundamental: é necessário! Um livro coloca-nos em contacto com o outro, tira-nos de nós mesmos, faz-nos lançar um novo olhar para o mundo. Além de ser uma ótima companhia!
Por isso, aqui estão

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Os verbos pessoais, impessoais, unipessoais e defetivos

Clica no link para leres o artigo completo:

Os verbos pessoais, impessoais, unipessoais e defetivos

Os verbos pessoais conjugam-se em todas as pessoas. 

Os verbos impessoais são os que só se conjugam na 3.ª pessoa do singular: "chover", "trovejar", "ventar" "haver", quando significa "existir".

Verbos unipessoais - "ladrar", "miar", "cacarejar"ou "zumbir" - .

Os verbos defetivos -"banir", "carpir", "colorir", "demolir", "emergir", "imergir", "retorquir" e "ungir";
 "falir", "aguerrir", "combalir" e "punir".


1.         O conjunto constituído apenas por verbos defetivos impessoais é
(A)     Convir, urgir, ladrar, acontecer
(B)      Chutar, miar, convir, amanhecer
(C)      Haver, ladrar, julgar, precaver
(D)     Convir, mugir, zurrar, zumbir                                                           resposta D

sábado, 13 de janeiro de 2018

Miúdos a Votos 2018




Lê aqui o Regulamento e participa!




Tendo em conta o sucesso desta iniciativa no ano letivo transato, a Rede de Bibliotecas Escolares e a VISÃO Júnior voltam a organizar a iniciativa Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes? que dá às crianças e jovens a possibilidade, através de uma eleição realizada em todas as escolas, de votarem no livro de que mais gostaram até hoje.

Concurso Nacional de Leitura - 12ª edição - 2017/2018

Para os jovens entusiastas da leitura, fica aqui um apelo à vossa participação.
Consultem o Regulamento, leiam os livros propostos e participem!




  • "O Perfume" (pag. 43);
  • "Sapatos de tacão alto" (pag. 111).

Etapas no nosso Agrupamento:

1ª etapa -  até ao dia 31 de janeiro entregar à professora Bibliotecária da respetiva escola a lista dos alunos participantes;

2ª etapa - leitura das obras propostas;

Última etapa - no dia 15 de fevereiro, realização da prova. Esclarece-se que é do tipo de escolha múltipla e realizada online.


                                                                                                              
                 

Concurso Ortográfico 2017-2018

Resultado de imagem para escrita
Podes consultar aqui os resultados do Concurso Ortográfico - 1ª fase

Alunos apurados para a 2ª Fase

Data de realização da 2ª Fase:
alterada para a semana de 22 a 26 de janeiro de 2018

Regulamento do Concurso

domingo, 7 de janeiro de 2018

«Os Lusíadas», Quem És Tu, Luís Vaz?

Documentário biográfico sobre Luís Vaz de Camões, com depoimentos de diversos investigadores aludindo aos episódios mais marcantes da vida do poeta, aos locais onde viveu, e analisando a sua obra mais emblemática, o poema épico «Os Lusíadas».


https://arquivos.rtp.pt/conteudos/quem-es-tu-luis-vaz/#sthash.lljwVR5G.dpbs

RTP 2, Artes e Cultura, História



Camões na prisão em Goa, pintura anónima de 1556