terça-feira, 23 de maio de 2017

Os Músicos de Bremen

No blog Paixão Alentejana, encontrei a fotografia da esquerda e lembrei-me do conto "Os Músicos de Bremen", dos irmãos Grimm. Esta história já foi representada pelo Grupo de Teatro Às Três Pancadas, da DDJ.
Nesta história, um burro, um cão, um gato e um galo, maltratados pelos seus donos, abandonam-nos e decidem seguir para Bremen, uma cidade onde conhecerão a liberdade.
No caminho para Bremen, avistam luz numa casa; espreitam dentro desta e veem ladrões desfrutando do produto de seu roubo. Apoiados nas costas uns dos outros, decidem cantar, na esperança de serem alimentados. A sua 'música' tem um efeito inesperado: os homens fogem, não sabendo a origem de tão estranho som. Os animais tomam posse da casa, comem uma boa refeição, e dormem.
Durante a noite, os ladrões regressam e um deles entra na casa para investigar. Ao ver os olhos do gato brilhando no escuro, pensa que sejam brasas e inclina-se para acender a sua vela. Numa rápida sucessão de acontecimentos, o gato arranha-lhe a cara, o burro dá-lhe um coice, o cão morde-lhe e o galo afugenta-o porta fora, cacarejando. O homem diz aos seus companheiros que foi atacado por monstros: uma bruxa horrível que o arranhou com as suas enormes unhas (o gato), um gigante que lhe deu uma paulada (o burro), um ogre que o arranha com uma faca (o cão) e, o pior de tudo, - um juiz que gritou aos seus ouvidos "Agarrem esse patife" (o galo). Os ladrões abandonam a casa devido às estranhas criaturas que dela se apossaram, e os animais vivem felizes nela até ao fim dos seus dias.

Sem comentários:

Publicar um comentário